Tudo sobre as Eleições 2018

Candidato Geraldo Alckmin 45

Médico, PSDB

Dados do candidato

Nome na urna: Geraldo Alckmin
Número: 45
Situação da candidatura: Aguardando julgamento
Vice: Ana Amélia
Estado: BRASIL
Partido: PSDB - Partido da Social Democracia Brasileira
Coligação: PARA UNIR O BRASIL
Composição: PSDB / PTB / PP / PR / DEM / SOLIDARIEDADE / PPS / PRB / PSD

Últimas notícias sobre Geraldo Alckmin

Programa de governo do candidato Geraldo Alckmin

O programa de governo de Geraldo Alckmin (PSDB) traz as diretrizes gerais de trabalho do tucano ao longo de 9 páginas. Dividido em três eixos -- Brasil da Indignação, Brasil da Solidariedade e Brasil da Esperança --, Alckmin propõe tolerância zero com a corrupção, reformas (política e da Previdência), o combate ao crime organizado, priorização da primeira infância e abertura da economia para atrair investimentos.

proposta_PSDB.pdf
Veja o programa de todos os candidatos

Propostas do candidato Geraldo Alckmin

Veja o que pensa Geraldo Alckmin, candidato do a nas Eleições 2018 em áreas como saúde, economia, educação e segurança

  • Economia

    1. Defende a criação do IVA com alíquota única cobrado no destino. O tributo substituiria uma série de impostos, a partir da proposta do tucano, como o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), o Imposto Sobre Serviços (ISS), o Programa de Integração Social (PIS), a Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e o Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI).
    2. Defende a necessidade de reformas como desburocratização, modernização e abertura da economia. Defende uma agenda de competitividade.
    3. Promete zerar o déficit público em menos de dois anos.
    4. Dobrar a renda da população depois de um tempo pré-determinado, ainda a ser definido.
    5. Corrigir o FGTS pela Taxa de Longo Prazo (TLP), para garantir ganhos reais acima da inflação
    6. Privatizar estatais. Diz que a privatização é a peça-chave do programa de governo
    7. Não vai privatizar Petrobras nem o Banco do Brasil.
    8. Manter o teto de gastos.
    9. Promete uma reforma tributária para simplificar o sistema tributário. Promete transformar os impostos IPI, ISS ICMS, PIS e COFINS em um único imposto (IVA). Promete que não vai aumentar a carga tributária, e sim reduzir despesas e fazer a economia crescer.
    10. Defende o papel regulador e fiscalizador do Estado.
    11. Defende a reforma Trabalhista realizada pelo atual governo, mas promete aperfeiçoamentos pontuais. Como exemplo, usa o caso de mulheres grávidas em ambientes insalubres.
  • Educação

    1. Apoio à reforma do ensino médio feita pelo governo Michel Temer.
    2. Ganhar 50 pontos no ranking do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa), que afere o desempenho de estudantes em Língua Portuguesa, Matemática e Ciências.
  • Estrutura de governo

    1. Promete diminuir o tamanho do Estado, através da redução de custos.
  • Política Externa

    1. Manter a política externa do governo Michel Temer.
    2. Apostar na Aliança do Pacífico e na possibilidade de o Brasil ingressar no futuro na Parceria Transpacífico (TPP).
  • Previdência

    1. Prometendo apresentar uma reforma da Previdência que iguale os trabalhadores dos setores público e privado, Alckmin garante que os militares não ficariam de fora de uma reforma apresentada em um eventual governo, mas que a proposta para as Forças Armadas precisa ser discutida de forma separada.
    2. Defende um regime único de Previdência Social para todos os setores, com aposentadoria complementar proporcional a capitalização individual do trabalhador. Promete deixar as Forças Armadas de fora do regime único, mas garante que fará alterações no sistema atual.
    3. Considera inviável o sistema de capitalização
  • Reforma Política

    1. Defende o voto distrital ou distrital misto, o fim das coligações proporcionais, cláusula de barreira, redução no número de senadores de três para dois por Estado e diminuição do número de deputados federais e estaduais.
  • Saúde

    1. Cobrar da seguradora de saúde o atendimento feito no SUS aos segurados.
  • Segurança Pública

    1. Defende a facilitação do porte de arma em área rural.
    2. Aumentar o tempo de internação do menor que cometer crime hediondo, de três para oito anos, e aumentar a pena para adultos que usem menores de idade em crimes.
    3. Criar metas nacionais para elucidação e redução de homicídios com regras nacionais para a integração das polícias militar, civil e técnico-científica.
    4. Defende o enfrentamento ao tráfico de drogas, tráfico de armas, contrabando e lavagem de dinheiro. Para isso, vai criar uma Agência Nacional de Inteligência para unir as inteligências das Forças Armadas, da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal, dos Estados e a criar a Guarda Nacional.
    5. Promete a redução da letalidade policial, através do combate ao tráfico de armas.
    6. Promete ações de diplomacia com países vizinhos para o enfrentamento do tráfico de drogas e de armas. Propõe uma ação latino-americana para combate à criminalidade.
    7. Defende ações integradas entre Governo Federal, Estaduais e Municipais para prevenção à criminalidade, inclusive com repasse de recursos.

Geraldo Alckmin nas pesquisas

Interaja com o gráfico: use as setas para alterar o instituto de pesquisa



Compare as pesquisas Datafolha, Ibope e de outros institutos com a intenção de voto para Lula, Bolsonaro, Alckmin e todos os candidatos a presidente nas Eleições 2018:

Ver todas as pesquisas

Últimas Pesquisas com Geraldo Alckmin

+ Todas as pesquisas

Opiniões

A candidatura

Publicamos edital, eu fui o único inscrito e, portanto, habemus candidato

Em entrevista em Washington (EUA), 06/03/2018

Não pode ter uma credencial melhor do que ter sido eleito por três vezes. (...) Há um esgotamento da política tradicional. Mas o que é o novo? É a idade? É não ter experiência nenhuma? O novo, no Brasil, é ter coragem de enfrentar as corporações.

Em entrevista em Washington (EUA), 06/03/2018

Aécio Neves

Eu reconheço o bom trabalho do Aécio em Minas Gerais, como governador. Cabe a ele decidir se vai ser candidato

Evitando responder sobre receber o senador em seu palanque, 06/03/2018