Tudo sobre as Eleições 2018

Candidato Ratinho Junior 55

Empresário, PSD

Resultado da Apuração

Candidato do PSD, Ratinho Junior obteve 3.210.712 votos totalizados (59,99% dos votos válidos) e foi eleito Governador no Paraná nas Eleições 2018.

Situação: Eleito
Votos: 3.210.712 (59,99% dos válidos)
Resultado Completo: Governador no Paraná
Resultado por cidades: Votação de Ratinho Junior por municípios
+ Todos os resultados

Dados do candidato

Nome na urna: Ratinho Junior
Número: 55
Situação da candidatura: Deferido (Apto)
Fonte: TSE. Atualizado em 13/11/2018 13:30
Vice: Darci Piana (PSD)
Estado: PARANÁ
Partido: PSD - Partido Social Democrático
Coligação: PARANA INOVADOR
Composição: PSD / PSC / PV / PR / PRB / PHS / PPS / PODE / AVANTE

Opiniões do candidato

  • Rever a reforma da Paranaprevidência:

    A favor
    É a favor de rever a reforma da Paranaprevidência, feita pelo governo Beto Richa?
    A favor

    "Com a inevitável reforma federal da previdência o Paraná terá que se adequar à nova legislação. Além disso, vamos promover a redução do déficit e aumentar a longevidade do fundo previdenciário do estado que apresenta um déficit atuarial decorrente da não efetivação da contrapartida patronal. Iremos implantar a previdência complementar para os novos servidores, mas atuais servidores terão os direitos adquiridos assegurados."

  • Diminiuir repasse do Executivo a outros poderes:

    A favor
    É a favor de retirar o Fundo de Participação dos Estados (FPE) do cálculo do repasse a outros poderes e órgãos (Legislativo, Judiciário, MP e TCE)? Em 2018, a medida reforçaria o caixa do governo estadual em R$ 466 milhões.
    A favor

    "O Estado depende desses recursos para investimentos em programas e projetos essenciais para o desenvolvimento social e econômico. Vou dialogar com o Legislativo, Judiciário, MP e TCE para demostrar a importância destes recursos para a vida dos paranaenses."

  • Congelar salários do funcionalismo:

    A favor
    É a favor de que os funcionários públicos participem do esforço de manter as contas públicas em ordem, com congelamento de salários, em tempos de arrecadação em queda?
    A favor

    "Mesmo em tempos de crise e de redução da arrecadação, a Lei de Responsabilidade fiscal tem que ser cumprida e o necessário equilíbrio das contas públicas realizado. Vou trabalhar para que a economia do nosso estado cresça e, como resultado, possamos valorizar os servidores atendendo as suas demandas assim que possível."

  • Privatizar estatais (total ou parcialmente):

    Contra
    É a favor de privatizar, total ou parcialmente, estatais como Copel, Sanepar e Compagas?
    Contra

    "Não iremos privatizar a Copel, nem a Sanepar. Vamos propor a antecipação do vencimento e estabelecer uma nova concessão da Compagas, que poderá ser através de bônus de outorga, ou por meio de um novo contrato que permitirá incluir metas de expansão da rede, eficiência e uma nova política tarifária, pois o gás natural tem importância fundamental na matriz energética do nosso estado, para o nosso desenvolvimento industrial, principalmente para o os segmentos de cerâmica e porcelana."

  • "Escola Sem Partido" em nível estadual:

    Contra
    É a favor da adoção de iniciativas no estilo "Escola Sem Partido" no ensino estadual?
    Contra

    "Acredito que a Escola Pública não deve ter nem religião, nem partidos ou ideologias."

  • Rever aumento de ICMS e IPVA:

    A favor
    É a favor de rever as atuais alíquotas de ICMS e IPVA, que tiveram aumento quando a arrecadação estadual foi afetada pela crise?
    A favor

    "Com Responsabilidade Fiscal será estabelecido um pacto com a sociedade civil e os meios produtivos em torno de justiça fiscal, tributária e social. Vamos rever e equalizar os tributos, a partir da revisão do nível de alíquotas e dos mecanismos de substituição tributária do ICMS. Além disso, a reforma tributária é uma necessidade, pois a guerra fiscal prejudica a todos, de modo que a promoção de uma equalização tributária com os outros estados da federação proporcionará maior competitividade para a produção paranaense."

  • Continuar com pedágio no PR:

    A favor
    É a favor de continuar cobrando pedágio no Paraná, concedendo a administração das rodovias, por licitação, à iniciativa privada?
    A favor

    "Vamos negociar com a União a renovação do convênio de delegação das rodovias federais do anel de integração e definir novo modelo de concessão para o Anel de Integração e outras rodovias, priorizando a redução tarifária, duplicações e aumento de capacidade de tráfego, desde o início do contrato."

  • Reduzir área da Escarpa Devoniana:

    Contra
    É a favor de discutir, pelo viés de redução, o tamanho da área de preservação ambiental da Escarpa Devoniana?
    Contra

    "Vamos discutir essa questão com certeza, em razão da polêmica estabelecida. Se a área será reduzida ou não vai depender do resultado do diálogo que faremos com academia, sociedade civil organizada, representantes do agronegócio e principalmente com a sociedade paranaense, tendo em vista se tratar de um decreto de 1982, realidade econômica, social e ambiental completamente diferente dos dias de hoje."

  • Faixa de Infraestrutura no litoral:

    A favor
    É a favor da construção da Faixa de Infraestrutura no Litoral do Paraná?
    A favor

    "Porque pensar no desenvolvimento econômico e social da região é de extrema importância, mas isso deve ser feito aliando o crescimento à sustentabilidade. Vamos atuar com sensibilidade, estudar, planejar e contando com a participação da sociedade paranaense, encontrar uma solução que minimize o impacto ambiental envolvendo o que há de mais moderno na construção desses modais."

  • Nova ferrovia ligando o PR ao MS:

    A favor
    É a favor de uma nova ferrovia, ligando Dourados (MS) ao Porto de Paranaguá (PR), aproveitando um trecho já operado pela Ferroeste?
    A favor

    "Vamos elaborar o projeto básico e os devidos estudos de Viabilidade para definição de um modelo de concessão da Ferrovia Corredor de Exportação Oeste – Leste que ligará Dourados-MS a Paranaguá, passando por Guaíra, Cascavel, Guarapuava. Após esses estudos iremos tomar a decisão sobre o trecho já operado pela Ferroeste."

Santinho Ratinho Junior 55 (PSD) Governador | Paraná | Eleições 2018
Compartilhe este candidato

Atualizado em 13/11/2018 13:30 com dados do TSE. Encontrou alguma informação incorreta? Veja aqui como proceder.

Últimas notícias sobre Ratinho Junior

Últimos Gráficos: Paraná

Veja quem foi eleito no Paraná e os resultados das eleições 2018 em dados, mapas e gráficos:

+ Todos os gráficos

Programa de governo do candidato Ratinho Jr.

O plano de governo de Ratinho Jr. tem 178 páginas e, segundo o candidato, foi consolidado com o apoio de mais de 300 especialistas de diversas áreas, após ouvir associações e entidades representativas de vários setores

proposta_1534182290253.pdf
Veja o programa de todos os candidatos

Propostas do candidato Ratinho Jr.

Veja o que pensa Ratinho Jr., candidato do PSD a Governador nas Eleições 2018, em áreas como saúde, economia, educação e segurança

  • Economia

    1. Apoiar o programa Redesimples que facilita a abertura, alteração e encerramento de atividades econômicas;
    2. Simplificar a legislação do ICMS, facilitando o entendimento, pagamento e fiscalização da arrecadação de tributos;
    3. Monitorar, continuamente, as alíquotas de ICMS e a aplicação da substituição tributária, para manter o Paraná competitivo;
    4. Modernizar o modelo de fiscalização das empresas, tornando-a mais orientadora do que punitiva, dando mais tranquilidade ao empreendedor para o exercício de suas atividades. Tratar diferenciadamente as startups, facilitando o lançamento no mercado de empresas e produtos inovadores;
    5. Modernizar o modelo de fiscalização das empresas, tornando-a mais orientadora do que punitiva, dando mais tranquilidade ao empreendedor para o exercício de suas atividades.
    6. Desenvolver política de apoio à agroindustrialização do Estado;
  • Educação

    1. Um dos projetos principais de Ratinho Jr. é o Comunidade Escola Paraná, com a utilização dos prédios das escolas pela comunidade nos finais de semana, de forma organizada, autossustentável e segura.
    2. Criar as condições necessárias para elevar o Índice de Desenvolvimento Educacional (IDEB) e reduzir a evasão no Ensino Médio, e aprimorar as condições para o acesso ao Ensino Superior e inserção dos estudantes no mundo de trabalho.
    3. Reorganizar a oferta de educação profissional, de acordo com a vocação econômica regional.
  • Estrutura de governo

    1. Reformular a estrutura para gestão e coordenação das políticas públicas.
    2. Reunir as secretarias de natureza instrumental, as estruturas técnicas com funções normativas e reguladoras, de fiscalização e secretarias de políticas setoriais. Esta estruturação será fundamentada de modo dinâmico, com ações articuladas para aumentar a comunicação horizontal e vertical, por meio da redução de cadeias de comando e uso integrado de recursos e tecnologia.
    3. Reduzir o número de Secretarias de Estado em 50% para que as estruturas se comuniquem melhor, desenvolvam serviços compartilhados e simplifiquem os processos complexos. Racionalizar os processos administrativos, tais como, vistoria do corpo de bombeiros, emissão de licenças ambientais, registro na junta comercial para abertura de empresas de baixo risco, como incentivo à formalização;
  • Saúde

    1. Melhorar e ampliar o acesso aos atendimentos especializados, como consultas e exames; incrementar a utilização de recursos tecnológicos para diagnóstico e tratamento de doenças e fortalecida atenção primária.
    2. Promover melhorias nas redes estratégicas, como a Rede de Urgência e Emergência, que contempla pontos de atenção como o SAMU, SIATE, Unidades de Pronto Atendimento e hospitais.
    3. Dar ênfase no aprimoramento da Rede Materno-Infantil, visando chegar a indicadores de mortalidade abaixo de 10/1000 nascidos vivos.
    4. Aprimorar e consolidar a Rede de Atenção à Saúde Mental e a Rede de Atenção à Pessoa com Deficiência.
    5. Implantar a Rede de Atenção à Pessoa Idosa em todas as regiões do Estado com ações integradas da área da saúde e da assistência social.
  • Segurança Pública

    1. Propor um modelo inovador e integrador, pautado na cultura da prevenção e voltado à solução de problemas em segurança pública que afetam a educação, saúde, emprego e renda, agricultura, comércio e indústria.
    2. São fundamentais: o investimento público e privado, a participação da sociedade, a transparência da informação criminal, a integração das agências de segurança pública, o comprometimento de todos os demais agentes públicos e privados e a avaliação e melhoria contínua de todos os programas de redução da criminalidade e violência, embasada na cultura da paz, cidadania, responsabilidade e solidariedade social.
    3. A integração das agências de segurança será fortalecida com o Projeto Cidade da Polícia, que reunirá órgãos federais, estaduais e municipais para executar planos estratégicos que resultarão na efetiva segurança da população.

Últimas Pesquisas com Ratinho Jr.

+ Todas as pesquisas

Opiniões

Sobre as famílias tradicionais na política local

Não condeno, mas sou a pessoa que pode construir um novo modelo para o Paraná fora dessa elite que dominou o estado nos últimos 30, 40 anos

Em entrevista à Gazeta do Povo, 29/01/2018

Sobre apoio de Beto Richa

Acho que está muito cedo. Ele [Richa] tem que definir primeiro se fica no governo, se sai como candidato a senador. Seria até ofensivo entrar em uma conversa de aliança se ele ainda não se decidiu

Em entrevista à Gazeta do Povo, 29/01/2018

Últimas Pesquisas: Paraná

PUBLICIDADE