Tudo sobre as Eleições 2018

Candidata Cida Borghetti 11

Empresário, PP

Dados da candidata

Nome na urna: Cida Borghetti
Número: 11
Situação da candidatura: Deferido
Fonte: TSE. Atualizado em 24/09/2018 13:08
Vice: Coronel Malucelli (PMN)
Estado: PARANÁ
Partido: PP - Partido Progressista
Coligação: PARANA DECIDE
Composição: PP / PTB / DEM / PMN / PMB / PSB / PSDB / PROS

Opiniões da candidata

  • Rever a reforma da Paranaprevidência:

    Contra
    É a favor de rever a reforma da Paranaprevidência, feita pelo governo Beto Richa?
    Contra

    "Encaminhamos mensagem de lei para a Assembleia Legislativa propondo a solução para o deficit autuarial do Paranaprevidência. A proposta foi construída em conjunto por técnicos da Paranaprevidência e da Secretaria da Fazenda e altera a lei 17.435/12, que trata do plano de custeio do fundo previdenciário. O Estado propõe fazer aportes mensais progressivos ao sistema, imediatamente após a aprovação da lei e por um período de 75 anos. A proposta não impõe qualquer encargo financeiro adicional aos servidores, pois o equilíbrio será alcançado apenas com novos aportes do Tesouro, que vão garantir a sustentabilidade financeira do fundo com alíquotas definidas anualmente. Os recursos para a realização desses aportes já foram reservados no orçamento deste ano e podem iniciar assim que a ALEP aprovar o plano. Segundo cálculos que embasam a proposta, o novo modelo deve gerar um superávit de R$ 165 milhões ao Fundo de Previdência. No entanto essa não é uma questão de todo resolvida, a mensagem encaminhada é um primeiro passo no sentido de readequar a previdência dos servidores. O caminho passa necessariamente pela reforma da Previdência em discussão no Congresso Nacional para que o sistema seja melhor financiado."

  • Diminiuir repasse do Executivo a outros poderes:

    A favor
    É a favor de retirar o Fundo de Participação dos Estados (FPE) do cálculo do repasse a outros poderes e órgãos (Legislativo, Judiciário, MP e TCE)? Em 2018, a medida reforçaria o caixa do governo estadual em R$ 466 milhões.
    A favor

    "Até porque há superávit recorrente no Orçamento dos outros poderes. Vamos reforçar o diálogo com os demais poderes para que a parcela do FPE deixe ser inserida na divisão do orçamento. Com diálogo acredito que é possível sensibilizá-los para a importância da aplicação destes recursos que estão sobrando nos seus orçamentos em áreas que atendam toda a sociedade paranaense. Proponho, inclusive, a estabelecer em conjunto as áreas prioritárias para a destinação desses valores que ficariam no caixa do Estado."

  • Congelar salários do funcionalismo:

    Contra
    É a favor de que os funcionários públicos participem do esforço de manter as contas públicas em ordem, com congelamento de salários, em tempos de arrecadação em queda?
    Contra

    "Já sinalizei para a minha disponibilidade de retomar as negociações em torno desta questão. Recebi o orçamento prevendo reajuste zero em 2018 e propusemos a aplicação de 1%. Mais importante do que o percentual, é o sinal claro de que queremos resolver esta situação com responsabilidade, sem medidas eleitoreiras. Também retirei da LDO a trava que impedia qualquer reajuste em 2019. Porém, tudo isto precisa ser feito respeitando os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal, o acordo com a União para a renegociação da dívida e a capacidade financeira do Estado. No primeiro semestre deste ano, anote-se, a folha do Estado cresceu organicamente 2,05%."

  • Privatizar estatais (total ou parcialmente):

    Contra
    É a favor de privatizar, total ou parcialmente, estatais como Copel, Sanepar e Compagas?
    Contra

    "As empresas estatais serão fortalecidas no nosso governo. Entendemos que o investimento público é um fator essencial para movimentar a economia e criar oportunidades de emprego, principalmente nas pequenas e médias cidades. A Copel e a Sanepar estão entre as melhores do país em suas áreas e são importantes indutoras do desenvolvimento econômico e social."

  • "Escola Sem Partido" em nível estadual:

    Contra
    É a favor da adoção de iniciativas no estilo "Escola Sem Partido" no ensino estadual?
    Contra

    "E já estamos fazendo isso. Sempre que fique demonstrado que as alíquotas praticadas no Paraná reduzem a competitividade de algum segmento em relação à concorrência de outros Estados é possível rever as alíquotas. O diálogo é a principal marca da minha gestão e estou aberta para discutir todas as demandas tributárias do setor produtivo e da população paranaense. Esse ajuste da carga tributária, contudo, deve ser equilibrado, de forma que se mantenha a previsão de receita. Não há espaço para medidas populistas e eleitoreiras. Não é razoável, e nem simplório, baixar o imposto de determinado produto e compensar a possível perda de arrecadação com a elevação da tributação de outro."

  • Rever aumento de ICMS e IPVA:

    A favor
    É a favor de rever as atuais alíquotas de ICMS e IPVA, que tiveram aumento quando a arrecadação estadual foi afetada pela crise?
    A favor

    "E já estamos fazendo isso. Sempre que fique demonstrado que as alíquotas praticadas no Paraná reduzem a competitividade de algum segmento em relação à concorrência de outros Estados é possível rever as alíquotas. O diálogo é a principal marca da minha gestão e estou aberta para discutir todas as demandas tributárias do setor produtivo e da população paranaense. Esse ajuste da carga tributária, contudo, deve ser equilibrado, de forma que se mantenha a previsão de receita. Não há espaço para medidas populistas e eleitoreiras. Não é razoável, e nem simplório, baixar o imposto de determinado produto e compensar a possível perda de arrecadação com a elevação da tributação de outro."

  • Continuar com pedágio no PR:

    A favor
    É a favor de continuar cobrando pedágio no Paraná, concedendo a administração das rodovias, por licitação, à iniciativa privada?
    A favor

    "Inclusive estamos liderando esse processo junto ao Governo Federal. Na outra ponta, adotamos medidas concretas em relação ao atual programa de concessões. Oficiamos as empresas do fim dos contratos com três anos antecedência para que haja tempo para que as obras pendentes fiquem prontas e que se equacionem questões administrativas e legais. Criamos um grupo de trabalho para construir, em parceria com a sociedade, um novo modelo de concessão, que permita mais obras e tarifas menores. O governo deve trabalhar para que o programa de concessões rodoviárias seja um aliado da competitividade paranaense e não um obstáculo."

  • Reduzir área da Escarpa Devoniana:

    Contra
    É a favor de discutir, pelo viés de redução, o tamanho da área de preservação ambiental da Escarpa Devoniana?
    Contra

    "Este tema nem está na pauta do nosso governo. Havendo a necessidade de discutir o assunto, o debate será amplo, transparente e aberto, e envolvendo todos os atores interessados no tema."

  • Faixa de Infraestrutura no litoral:

    A favor
    É a favor da construção da Faixa de Infraestrutura no Litoral do Paraná?
    A favor

    "Acredito que é possível aliar desenvolvimento econômico e preservação ambiental. É um tema complexo que determinei estudos completos envolvendo os diversos órgãos interessados para evitar a judicialização do processo licitatório ou da execução da obra que considero importante para o desenvolvimento do Litoral. De toda forma, reafirmo minha determinação para o diálogo com todos os envolvidos para que se chegue a um consenso."

  • Nova ferrovia ligando o PR ao MS:

    A favor
    É a favor de uma nova ferrovia, ligando Dourados (MS) ao Porto de Paranaguá (PR), aproveitando um trecho já operado pela Ferroeste?
    A favor

    "No nosso governo, tomamos medidas concretas em relação à nova ferrovia. Publicamos a PMI (Proposta de Manifestação de Interesse) para tirar do papel a ideia de uma estrada de ferro ligando o Litoral do Paraná a Dourados (MS), passando por Cascavel e Guaíra. Agora, estamos discutindo um ramal de Cascavel a Foz do Iguaçu. Hoje, estão sendo realizados estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental da obra, que devem ficar prontos ainda neste ano. É um projeto grande, que já atraiu atenção de grupos internacionais neste primeiro momento, e certamente vai trazer para o Paraná investimentos externos quando da realização da obra."

Santinho Cida Borghetti 11 (PP) Governador | Paraná | Eleições 2018
Compartilhe este candidato

Atualizado em 24/09/2018 13:08 com dados do TSE. Encontrou alguma informação incorreta? Veja aqui como proceder.

Últimas notícias sobre Cida Borghetti

Programa de governo da candidata Cida Borghetti

O programa de governo de Cida Borghetti (PP) tem como título: “Um governo firme construindo um Paraná cada vez mais forte”. Com apenas 21 páginas, as propostas são divididas em cinco programas estruturantes: bem viver, cuidar, valor, infraestrutura e futuro. Comprometendo-se em fazer uma gestão “firme”, ela defende “tornar os serviços públicos mais eficientes, simples e sem burocracia” e assume o compromisso de promover o crescimento sustentável do Paraná.

proposta_1534368281116.pdf
Veja o programa de todos os candidatos

Propostas da candidata Cida Borghetti

Veja o que pensa Cida Borghetti, candidata do PP a Governador nas Eleições 2018, em áreas como saúde, economia, educação e segurança

  • Cultura

    1. Estabelecer parcerias com os municípios para popularizar e facilitar o acesso dos Paranaenses às mais diferentes expressões artísticas (teatro, música, dança, artes plásticas etc.)
    2. Ofertar, nos contraturnos escolares, oficinas e práticas culturais para jovens e adolescentes.
    3. Abrir, através do PROFICE, novos editais de incentivo à criação artística.
  • Economia

    1. Desenvolver, em parceria com municípios e instituições privadas, amplo programa de qualificação profissional para jovens, adultos e idosos com foco nas demandas e vocações de cada região do estado.
    2. Usar as ferramentas do Governo Digital e a Escola Corporativa do Governo do Paraná, para oferecer cursos profissionalizantes, de aperfeiçoamento e de qualificação para os servidores das prefeituras municipais e para toda população interessada. Estes cursos utilizarão metodologia especializada de Ensino a Distância (EAD) sendo que os interessados poderão frequentar as aulas em algumas das telesalas de órgãos de governo espalhadas pelo estado, mesmo utilizando computador de centros comunitários ou em casa pela internet.
    3. Fortalecer a Agência Paraná de Desenvolvimento como ferramenta de atração de novas empresas e indústrias para o estado.
    4. Promover parcerias para o desenvolvimento da indústria 4.0, da economia criativa e da indústria do conhecimento, fomentando o empreendedorismo em áreas de inovação, da cultura, do turismo e da agroindústria.
    5. Identificar e resolver gargalos regulatórios que atualmente impedem que as empresas se estabeleçam e se expandam no estado, criando novos empregos e garantindo a manutenção dos postos de trabalho já existentes.
  • Educação

    1. Estabelecer um diálogo permanente com representantes dos diversos setores das instituições públicas de ensino fundamental, médio e superior, profissionais da educação, pais, especialistas, representantes da sociedade civil organizada, lideranças de todas as forças vivas do estado.
    2. Buscar alternativas que atendam às demandas dos Professores e que sejam possíveis de serem assimiladas pelo Estado em relação à hora-atividade.
    3. Estudar alternativas para viabilização da oferta de disciplinas não previstas na nova Base Nacional Comum Curricular, como Filosofia, Arte, Educação Física, entre outras.
    4. Reorganizar o programa de formação de Professores, com a criação de centros regionais, a contratação de especialistas e uso de ferramentas de inovação e de tecnologia.
    5. Reformular e reativar o PDE – Programa de Desenvolvimento Educacional.
    6. Instituir programa de prevenção à saúde dos profissionais da área de educação, valorizando o bem-estar daqueles que formam diariamente os cidadãos paranaenses.
    7. Disponibilizar, nos Núcleos Regionais, equipes para atendimento especializado, tais como psicopedagogos e psicólogos.
    8. Realizar investimento em tecnologias como robótica, programação e outras que possibilitem a conexão entre os estudantes paranaenses com estudantes de outros estados e países.
    9. Criar um programa estadual de iniciação científica e artes (mostra cultural).
    10. Possibilidade de parceria com IES para que estudantes do Ensino Médio possam ter experiências no ensino superior cursando algumas disciplinas que contam como créditos posteriormente.
    11. Disponibilizar, nos Núcleos Regionais, equipes para atendimento especializado, tais como psicopedagogos e psicólogos.
  • Meio Ambiente

    1. Priorizar a aquisição de produtos que utilizem parte de matéria-prima oriunda de reciclagem.
    2. Exigir dos fornecedores prática de logística reversa e economia circular, execução de obras com baixo impacto ambiental e com mecanismos de compensação quando impactos relevantes acontecerem, programas de redução de consumo de água, energia e combustíveis.
    3. Induzir e fomentar a adoção de melhores práticas ambientais por parte do setor Público e Privado.
    4. Revisar a legislação que regula o ICMS ecológico do Paraná, de forma a tornar mais atrativo para prefeituras e proprietários rurais a adesão aos programas de conservação e recuperação de unidades de conservação e recursos hídricos.
    5. Aumentar a disponibilidade de recursos para o pagamento de serviços ambientais a proprietários de áreas estratégicas que conservam as áreas verdes, recursos hídricos e a biodiversidade, em detrimento da exploração econômica.
    6. Fortalecer o Instituto Ambiental do Paraná, tornando-o mais equipado e bem estruturado, de modo a diminuir o tempo de resposta às solicitações de licenças ambientais, especialmente as de médio e alto impacto, sem prejuízo à devida proteção dos recursos ambientais e à aplicação da legislação, mas também sem impedir o desenvolvimento econômico e social sustentável.
    7. Criar mecanismos para que os municípios, individualmente ou associados em consórcios, tenham condições técnicas, estruturais e operacionais para assumir o licenciamento ambiental de obras de baixo impacto.
    8. Revisar as normas em vigor e implantar sistemas digitais que tornem mais ágeis e menos burocráticos o licenciamento e o controle ambiental.
    9. Ampliar o controle e melhorar a gestão das unidades estaduais de conservação.
  • Programas Sociais

    1. Ampliar e reforçar as ações do programa Família Paranaense, com foco na redução da pobreza e da vulnerabilidade social.
    2. Alocar recursos financeiros, prestar apoio técnico à rede socioassistencial paranaense e agir de forma integrada com os municípios e às organizações de sociedade civil que ofertam e operam benefícios, serviços, programas e projetos de proteção social.
  • Saúde

    1. Estabelecer ações preventivas, que possibilitem às pessoas viver melhor e de forma mais saudável. Assim, iremos investir na saúde preventiva para não precisarmos tratar as doenças.
    2. Levar o atendimento à saúde mais perto das pessoas, através de um trabalho em rede, aumentando a oferta de serviços, corrigindo distorções e vazios assistenciais.
    3. Ampliar a oferta de consultas e exames especializados em todas as regiões do estado.
    4. Aumentar o número de leitos de internamento, de UTI, cirúrgicos e de cuidados continuados prolongados, evitando que as pessoas precisem se deslocar em busca de atendimento médico, ampliando também o número de cirurgias a serem realizadas em todo Paraná.
    5. Viabilizar meios para garantir assistência de forma ágil, adequada e integral na, utilizando serviços regionais de urgência e emergência e o transporte aeromédico estadual.
  • Segurança Pública

    1. Implantar, através de parceria já firmada com o Ministério da Segurança, CIISOR-Sul – Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública Regional Sul. Este centro reunirá integrantes dos órgãos de inteligência de todos os estados do sul de forma permanente. Sua tarefa será levantar e produzir informações que nortearão tomadas de decisão mais precisas para o combate à criminalidade em todas as suas modalidades.
    2. Terminar todas as obras já iniciadas e construir novas cadeias, delegacias, presídios e penitenciárias.
    3. Atuar fortemente para que nos regimes semiabertos sejam ampliadas as parcerias com empresas privadas, para que o processo de cumprimento de pena seja acompanhado de trabalho formal dos presos.
    4. Testar e implantar unidades prisionais de gestão terceirizada, buscando racionalizar custos e investimentos.
    5. Ampliar o uso de tecnologias de governo digital e integrá-las ao sistema de segurança pública. Como exemplo, destacamos a realização de audiências virtuais, por vídeoconferência, realizadas à distância, evitando deslocamento de presos e de escoltas para levar fisicamente os presos até o Juiz. Adoção de Televisita, visitas virtuais monitoradas por agentes penitenciários, em que presos, usando salas especiais, poderão manter contato com familiares e amigos por sistema de vídeo, evitando assim deslocamento físico até o sistema prisional e todos os desconfortos e riscos que envolve esta rotina.
    6. Integrar os bancos de dados de segurança pública do governo estadual com os de outras instâncias públicas.
    7. Instalar sistemas de vídeo monitoramento em estradas paranaenses, que permitirão reconhecer e cruzar informações de placas de carros, possibilitando um combate mais efetivo e a prevenção à criminalidade.

Últimas Pesquisas com Cida Borghetti

+ Todas as pesquisas

Últimas Pesquisas: Paraná

PUBLICIDADE

Últimos Gráficos: Paraná

+ Todos os gráficos